SCRUM e CMMi beneficiam processo de desenvolvimento de softwares

Juntas, as metodologias descrevem 'o que fazer' e 'como fazer'


Na edição anterior, abordamos aqui as facilidades e benefícios da metodologia SCRUM na elaboração de projetos, oferecendo flexibilidade, agilidade, interação e adaptação às mudanças.

Juntas, as metodologias descrevem ‘o que fazer’ e ‘como fazer’

Na edição anterior, abordamos as facilidades e benefícios da metodologia SCRUM na elaboração de projetos, oferecendo flexibilidade, agilidade, interação e adaptação às mudanças. Agora, queremos mostrar como a utilização dessa metodologia trabalhada em conjunto com outra pode trazer ainda mais benefícios para sua empresa.
Trata-se de sua união com o CMMI (Capability Maturity Model Integration), um modelo de qualidade criado e mantido pelo SEI (Software Engineering Institute), Centro de Pesquisa e Desenvolvimento patrocinado pelo Departamento de Defesa dos EUA.
O CMMI é um modelo de referência que define um conjunto de boas práticas aplicadas ao processo de desenvolvimento de software processos. Segundo Marcio Alencar, Gerente de Desenvolvimento da GSW Soluções Integradas, o modelo é destinado a melhorar os processos organizacionais com foco nas áreas relacionadas ao ciclo de desenvolvimento de software e no gerenciamento de projetos, melhorando expressivamente a qualidade dos serviços e produtos.
“Partimos da premissa de que a qualidade final está diretamente ligada à maturidade dos processos envolvidos em sua construção. O CMMI é dividido em alguns níveis de maturidade e, quanto mais avançado é o nível, mais estável é o processo de desenvolvimento da organização e melhor é o resultado apresentado.”, explica.
Ainda segundo Marcio, os benefícios de se utilizar as duas metodologias – SCRUM e CMMI em conjunto são basicamente de se criar um processo de desenvolvimento de software flexível, eficiente, enxuto e com qualidade. “Essas metodologias são capazes de se ajustar rapidamente às mudanças, atingem resultados com alto desempenho e são sempre elaboradas de acordo com as especificações e expectativas do nosso cliente. A partir deste processo, são capazes de evoluir em níveis de maturidade através da aplicação da melhoria contínua e indicadores de desempenho”, completa.
Para Leandro Mesquita, Gerente de Projetos da GSW, basicamente o CMMI descreve ‘o que fazer’, enquanto o SCRUM descreve ‘o como fazer’. “As ações e as documentações necessárias pelo CMMI não interferem em como devemos executá-los, não interferindo também nos processos da metodologia SCRUM”, diz. Entre outras razões, o SCRUM e o CMMI em conjunto fortalecem os resultados obtidos e a simplicidade do processo.
“O foco principal, como sempre, é manter a flexibilidade e a agilidade necessária para garantir a qualidade do produto final. E o nosso desafio central seria a mudança do estado atual da organização, permitindo a reengenharia dos seus processos e metodologias de gestão acompanhado de uma mudança comportamental e focada em pessoas e suas interações”, afirma Leandro Mesquita.
Partindo desta mudança, o desafio é unir cada fase do CMMI às práticas do SCRUM e também realizar algumas adaptações onde não se aplica o contexto de gestão e controle desta última metodologia. Isso vai gerar um processo eficaz que consegue atender o cliente com menor custo e com agilidade nas entregas, ou seja, com qualidade total. A resposta é trabalhar certo, de maneira inteligente e produtiva.
Olá, Tudo Bem?
Se precisar estamos a disposição.

Receba nossa newsletter

Fique tranquilo não enviamos e-mails em excesso.

Nome
E-mail
Assunto
Selecione

  • Desenvolvimento de Sistemas
  • SAP Solution Center
  • Gestão Tributária
  • Comércio Exterior
  • BPO Tributário
  • CRM & Mobile